Os novos compromissos da varejista sueca Ikea pautando seu modelo de negócio na economia circular é uma resposta tanto ecológica quanto econômica para o planeta.

A Ikea banirá todo o plástico de uso único de sua linha de produtos até 2020, de acordo com o seu último plano de sustentabilidade. Usando apenas materiais renováveis ​​e reciclados a empresa tem a ambição de expandir seus negócios “inspirando e permitindo que mais de um bilhão de pessoas tenham uma vida melhor”, é o que afirma o CEO do Inter IKEA Group, Torbjörn Lööf.

Ao projetar os produtos considerando os princípios circulares, em que se busca fechar o ciclo de vida dos produtos por meio da maior reciclagem e reutilização possíveis, o crescimento econômico tão almejado pelos países em desenvolvimento se torna ainda mais viável. Ainda mais se considerarmos que não será possível depender da utilização de recursos naturais cada vez mais escassos e, ao mesmo tempo, seguir a lógica da economia linear de ‘extrair-produzir-descartar’.

“Tornar-se verdadeiramente circular significa conhecer as mudanças no estilo de vida das pessoas, prolongar a vida útil de produtos e materiais e usar os recursos de uma maneira mais inteligente. Para tornar isso realidade, projetaremos todos os produtos desde o início para serem reaproveitados, reparados, reutilizados, revendidos e reciclados ”, afirma Lena Pripp-Kovac, Gerente de Sustentabilidade da Ikea.

Utilizar os materiais pelo tempo mais longo possível pode reduzir drasticamente as emissões de gases tóxicos e o descarte de resíduos, além de representar uma significativa economia de energia. Um novo patamar de consciência pessoal e corporativa muito mais adequado para o futuro que se deseja.

Fonte: Ikea

https://newsroom.inter.ikea.com/news/ikea-takes-sustainable-living-to-a-new-level–with-new-commitments-to-become-people-and-planet-posit/s/024c3f49-1cda-4bc8-bc47-438d300d77ff

Foto: Freepik
Deixe um comentário usando o Facebook